segunda-feira, 16 de maio de 2011

Poesia / empatia

Ele autografa
Uma gota de
Mais infinito
E ela sente falta
Das proprias palavras e rimas
Ele lhe confidencia:
É preciso estar vulnerável
Triste, apaixonado e atento

E ela subitamente

Entende e engole
Seu silencio...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores