terça-feira, 3 de março de 2015

pandorgas...



Uma vez escrevi que tinha me enredado e pesava e desbotava presa num tronco que criei...talvez seja isso que o tempo faça com as pandorgas que esquecem de sonhar...lhes arranque o vento/vôo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores