segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

certas horas...



Certas horas são assim, de pura poesia e beleza e alguns, como o fotógrafo Danilo Christidis tem a habilidade/talento de num clic eternizar...

Naquele fim de tarde
eu soube que toda a tempestade
podia ser só um momento
abandonei
receio, tristeza e guarda-chuva
e segui vestida
de cor, esperança e vento...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores