domingo, 16 de outubro de 2011

para continuar sonhando... Eduardo Galleano



Ontem cheguei a concentração anterior a caminhada contra a corrupção, com o olhar meio nublado, me pareceu inicialmente tão poucos dispostos a gritar e TANTO a ser DITO...Fui ficando por ali e logo a concentração foi tomando forma e volume, fui me alegrando com os cartazes escritos á mão, com a indignação tão nítida e por razões que também eram minhas,rapidamente já éramos um grande NÓS, como motivações variadas e variadas bandeiras, mas acreditando no GRITO e na necessidade de MANIFESTAÇÃO!

Motivada resolvi fotografar tudo que o meu olho já aceso via. A frase de um menino escrita com mãos trêmulas me comoveu: "Conformidade mata a alma"...e assim se seguiram pessoas mais velhas vestindo preto falando de LUTO e CORAGEM, e os mais velhos sabem bem o que um luto representa, jovens com nariz de palhaço, caras pintadas, bandeiras enroladas pelo corpo,uma simbólica trazendo ordem e progresso, com letras invertidas e virado de cabeça pra baixo e muito mais.

Cheguei perto de um desconhecido para fotografar a frase que ele trazia no peito: Eu defendo a liberdade, e ele me perguntou: Por que tu está aqui?
E eu desatei a falar do quanto estava triste, por tudo que sonhei e desacreditei politicamente, pelas bandeiras que um dia descrente queimei, pelas tantas e tantas passeatas que participei, e o quanto estava vazia..vazio gerado pela impotência, e falei tanto, que agora já me pergunto se houve uma pergunta externa, ou foi a minha alma que andava escura e muda, que em meio aquilo tudo quis voar...

De qualquer forma foi lindo me ouvir e estar ali de novo...
Abrir a janela pra minha necessidade de acreditar, de carregar de novo bandeira e utopia, de ter causa, de ter por quê e principalmente a minha necessidade de acreditar em mudanças, e tudo fica muito mais iluminado assim...adorei novamente sentir o quanto preciso disso e vibrar com o povo na rua, de novo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores